blog

Você sabe por onde começar um projeto de modelagem de processos?

Versão para impressão
Compartilhe:

Para a boa condução de um projeto de modelagem de processos, é importante que, inicialmente, sejam definidos um método, um meta-modelo, uma notação e uma ferramenta. Estas escolhas estão relacionadas, se influenciam e dependerão do objetivo do projeto de modelagem. Cada projeto terá um objetivo único que exigirá um diferente enfoque e grau de detalhamento. Por isso, o que é relevante em um contexto pode não ser em outro, fazendo com que as decisões de projeto tomadas também possam ser diferentes.

A escolha de cada um desses aspectos chave no início de todo projeto de modelagem de processos é essencial. Sem um método, o trabalho dificilmente será eficiente, podendo resultar na perda de tempo da equipe envolvida, consequentemente aumentando o custo do projeto. Sem um meta-modelo que indique o conjunto de informações a serem levantadas, o trabalho poderá perder o foco principal, levando à identificação de informações não relevantes ao contexto. Ao mesmo tempo, caso uma notação e uma ferramenta para a modelagem não sejam escolhidas no início, parte do trabalho terá que ser refeito no momento que a equipe perceber a necessidade desses recursos.

O primeiro passo é estabelecer uma sequência de passos (método) que permita o levantamento das informações e a construção dos modelos de processos de negócio. Como as informações serão levantadas? Quais técnicas serão utilizadas? É necessário pensar nessas atividades para que o trabalho flua bem e produza resultados satisfatórios. Portanto, é preciso uma sequência de passos para levantar e modelar as devidas informações. Desta forma ficará mais fácil conduzir o projeto.

Construir modelos de processos de negócio requer conhecer quais informações se deseja representar. Os levantamentos realizados estarão repletos de diferentes conceitos como: atividades, atores, documentos, informações e etc. A escolha de quais desses elementos serão utilizados para mapear processos constituí o meta-modelo.

dheka_MetaModeloAtividades

Em seguida, é necessário definir como cada uma destas informações é representada nos modelos de processos, através de símbolos distintos, ou seja, qual notação será utilizada. A escolha da notação dependerá das características da organização, das suas necessidades e da existência de iniciativas anteriores de mapeamento. As notações mais utilizadas atualmente são a BPMN (Business Process Management Notation) e a EPC (Event Process Chain).

Na medida em que o trabalho de levantamento e documentação vai se desenrolando, o volume de conceitos, relacionamentos e modelos cresce de forma que em pouco tempo torna-se impraticável manter a consistência e a coerência entre eles. Dessa forma, o apoio computacional (ferramenta) também é imprescindível, pois o volume de informações manipuladas pode crescer exponencialmente. A ferramenta ajudará na elaboração e manutenção dos modelos de processos e também permitirá maior transparência na documentação, já que se torna um repositório dos ativos de processos da organização.

Curso Online Levantamento de Processos de Negócio

Técnicas de levantamento de processos de negócio para superar os problemas típicos.

Saiba mais

A escolha desses quatro pilares não ocorre de forma independente. Muitas vezes a escolha de um determina ou, pelo menos, restringe a possibilidade de escolha dos outros. Por exemplo, a maioria das ferramentas traz implícita uma notação ou um conjunto finito delas. Se a ferramenta permitir o uso de diferentes notações, então existirá alguma opção de escolha da notação. Caso contrário, a notação será automaticamente definida no momento da escolha da ferramenta. De forma análoga, se houver uma necessidade forte de utilização de uma determinada notação, o número de opções de ferramentas será restrito, restando apenas aquelas que permitam a utilização da notação em questão. Já o meta-modelo e o método estão interligados, pois cada etapa do método fará referência a um conjunto de informações do meta-modelo. Ao se especificarem as atividades que deverão ser conduzidas, ou seja, o método, será necessário conhecer as informações que serão levantadas, ou seja, o meta-modelo.

[EBOOK GRATUITO] Saiba como funciona uma Modelagem de Processo na Prática (Case Farmácia)

Referências

MAGDALENO, A. M.; CAPPELLI, C.; BAIÃO, F.; et al., 2007, Uma Estratégia para Gestão Integrada de Processos e Tecnologia da Informação através da Modelagem de Processos de Negócio em Organizações, Revista Cientefico – Faculdade Ruy Barbosa, pp. 45–53.

SHARP, A.; MCDERMOTT, P., 2001, Workflow Modeling: Tools for Process Improvement and Application Development. 1st ed. Artech House Publishers.

Compartilhe:
gostei deste conteúdo
quero mais informações
X

nossas soluções

Assine nossa newsletter