conhecimento

Sprint de Processos: Uma Abordagem Ágil para BPM

Compartilhe:

Orientação de Trabalho de Conclusão de Curso:

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do aluno John Park do IC/UFF, orientado pela Profa. Andréa Magalhães, está focado no conceito de sprints de processos dentro do contexto de BPM Ágil.

Resumo do Trabalho:

Cada vez mais as organizações procuram aprimorar o seu desempenho, seja maximizando sua eficiência, reduzindo os gastos ou melhorando a qualidade de seus produtos. Neste cenário, a área de BPM (Gestão de Processos de Negócios) vem ganhando bastante destaque, se tornando uma das disciplinas de gestão mais importante nesses últimos anos.

A prática de BPM consiste em um ciclo contínuo para projetar, modelar, simular, executar, monitorar e melhorar os processos com mais efetividade, ajudando as organizações a terem uma maior vantagem competitiva. O BPM nos possibilita coletar informações pertinentes sobre os processos: como são executados, quais são os problemas e quais melhorias podem ser realizadas, possibilitando uma melhor tomada de decisões e uma visão ampla do negócio.

Apesar de BPM ter um papel fundamental para as organizações, essa abordagem ainda enfrenta alguns desafios. Os projetos normalmente são longos, consequentemente os custos se tornam elevados e os resultados demoram a serem obtidos. Além disso, há ainda os seguintes problemas identificados (SCHMIDT, NURCAN, 2008):

  • A divisão do modelo-realidade ocorre quando um processo é modelado de uma maneira, mas na realidade é executado de outra;
  • A falta de integração de informação ocorre quando os usuários dos processos não estão envolvidos na gestão dos processos de negócios e os termos e conceitos são simplesmente impostos;
  • O limite de passagem de informação e inovação perdida se dá visto que os participantes e executores do processo sem conhecimento de modelagem têm dificuldade em trazer suas ideias devido à barreira imposta pela formalização dos modelos de processos;
  • A falta de tolerância a mudanças é quando o ciclo BPM tradicional não se adapta às mudanças que eventualmente podem ocorrer nos projetos.

Para contornar esses problemas, surgiu a ideia de BPM Ágil, que consiste na união de práticas ágeis ao ciclo BPM. Esta abordagem busca criar uma gestão iterativa de processos, com entregas contínuas, aproximando o cliente através de validações e compartilhamento de informações, tornando a evolução do projeto transparente e resultando em uma modelagem adequada às necessidades específicas do cliente (MAGDALENO, 2014).

O foco desse trabalho é desenvolver o conceito de Sprint de Processos. Sprint é um conceito originado do método ágil Scrum (SUTHERLAND, 2001). No conceito de Sprint de Processos, o projeto, modelagem, simulação, execução, monitoramento ou melhoria de um processo pode ser feita a cada iteração com diferentes ênfases: por profundidade ou por completude dos artefatos gerados.

Referências

SCHMIDT, R.; NURCAN, S. BPM and Social Software. In: ARDAGNA, D.; MECELLA, M.; YANG, J. (Eds.). Business Process Management Workshops. Lecture Notes in Business Information Processing. Springer Berlin Heidelberg, 2008. p. 649–658.

SUTHERLAND, D. J. Inventing and Reinventing SCRUM in Five Companies. p. 9.

MAGDALENO, A. Abordagem de BPM Ágil: Como inserir práticas ágeis no ciclo de BPM? dheka, 2014. Disponível em:<https://www.dheka.com.br/abordagem-de-bpm-agil-como-inserir-praticas-ageis-ciclo-de-bpm/> . Acesso em: 19 dez. 2019

MAGDALENO, A. BPM Ágil: adaptando os valores, princípios e práticas do desenvolvimento ágil para BPM dheka, 2014. Disponível em: <https://www.dheka.com.br/bpm-agil-adaptando-valores-principios-praticas-desenvolvimento-agil-para-bpm/> . Acesso em: 19 dez. 2019

VIEIRA, C. S. M.; LOHMANN, P. A. APRUMO (AGILE PROCESS MODELING) – Um Método Para Modelagem De Processos Utilizando BPM Ágil. Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) – Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, 2018.

Compartilhe:
gostei deste conteúdo
quero mais informações
X

nossas soluções

Assine nossa newsletter