blog

BAM (Business Activity Monitoring) como Apoio Tecnológico ao Monitoramento de Processos

Versão para impressão
Compartilhe:

Introdução

O ciclo BPM tem 6 fases: Projeto, Modelagem, Simulação, Execução, Monitoramento e Melhoria. A fase de monitoramento tem como objetivo acompanhar os resultados e o desempenho dos processos da empresa. Para uma gestão de desempenho analítica e que permita uma tomada de decisão embasada, existem algumas tecnologias de apoio que podem ser utilizadas:

  • BI (Business Intelligence);
  • BAM (Business Activity Monitoring);
  • BPS (Business Process Simulation);
  • Process Mining.

Como já discutimos o tema de Process Mining e suas possibilidades de uso prático aqui anteriormente, este post vai se concentrar no BAM.

O que é o BAM e para o que ele serve?

O BAM (do inglês Business Activity Monitoring ou em português Monitoramento das Atividades do Negócio) é um termo cunhado originalmente pelo Gartner e refere-se a tecnologia que visa a coleta, agregação, análise e apresentação de informações em tempo real sobre as atividades executadas nos processos de negócio da organização, envolvendo até mesmo clientes e parceiros.

Desta forma, o BAM agrega os seguintes benefícios:

  • Entendimento ou compreensão dos resultados dos processos;
  • Suporte a decisões estratégicas e táticas de forma eficaz;
  • Diagnóstico e atuação rápida nos problemas;
  • Maximização do aproveitamento de oportunidades emergentes;
  • Suporte ao controle dos SLAs (Acordo de Nível de Serviço).

O BAM pode ser usado em qualquer processo da empresa. Alguns exemplos de uso de BAM são: monitoramento de vendas; monitoramento de produção; controle de estoques; contas a pagar e receber.

Quais as etapas para o funcionamento do BAM?

Os objetivos do monitoramento de atividades de negócios são fornecer informações em tempo real sobre o status e os resultados de das atividades dos processos. Assim, são necessárias as seguintes etapas:

  • Coletar dados sobre a execução das atividades dos processos;
  • Medir o desempenho dos processos através da coleta de indicadores em tempo real;
  • Comparar com os objetivos pré-estabelecidos (no planejamento estratégico da empresa) para verificar se o processo está sendo executado conforme o planejado, se possui alguma tendência a desviar do esperado e se está atendendo à estratégia organizacional;
  • Analisar e tratar os desvios identificados.

A utilização de um sistema BAM permitirá que o gestor saiba em tempo hábil o que é importante na sua empresa, sem ter que procurar informações em vários lugares. Essas ferramentas são capazes de consolidar todas as informações e apresentá-las de forma prática e fácil.

Como as informações são apresentadas em um BAM?

BAM é uma solução empresarial destinada principalmente a fornecer um resumo em tempo real das atividades de negócios para a direção da empresa. Assim, as fontes de informações que alimentam o BAM são principalmente os eventos gerados por aplicativos de negócios.

Uma ferramenta BAM não é uma fonte de dados porque apenas compila e exibe dados de outros sistemas ou fontes de dados.

A visualização das informações nas soluções de BAM pode envolver painéis de controle (dashboards) com os indicadores (KPIs – Key Process Indicators) mais relevantes e o suporte à execução de processamento analítico, correlação de eventos e análises “e-se”.

Exemplo de dashboard do Oracle BAM
Exemplo de dashboard do Oracle BAM

Ferramentas de BAM?

Com uma ferramenta BAM é possível monitorar processos seguindo seus passos e identificando problemas em tempo real, agregando dados de diferentes sistemas, processando eventos complexos e obtendo informações de contexto.

A arquitetura de um produto BAM é variável de acordo com a ferramenta. No entanto, tipicamente, as ferramentas de BAM oferecem as seguintes funcionalidades:

  • Definição de indicadores e metas e construção dos dashboards;
  • Coleta de dados oriundos de fontes diversas através de uma camada de integração;
  • Consolidação e transformação entre medidas pré-definidas;
  • Interface de visualização dos dashboards;
  • Monitoramento da ocorrência de eventos (como desvio dos valores dos indicadores) através da sinalização de alertas;
  • Disparo de ações de tratamento (como o envio de notificações por e-mail ou SMS);
  • Administração de usuários e perfis / restrições de acesso, bem como integrações com repositórios de usuários existentes.

Algumas ferramentas de BAM mais conhecidas são o Oracle BAM e o IBM Websphere Business Monitor.

Conclusão

Por fim, vale ressaltar que o uso correto de um sistema BAM depende da correta definição de indicadores importantes para uma análise constante do negócio.

Compartilhe:
gostei deste conteúdo
quero mais informações
X

nossas soluções

Assine nossa newsletter