blog

Os 5 Passos para o Planejamento Estratégico de Startups e Pequenas Empresas

Versão para impressão
Compartilhe:

Introdução

Planejamento estratégico para startup e pequena empresa faz sentido? Faz sim! A startup ou pequena empresa também precisa de planejamento, organização e gestão. É claro que é tudo muito mais leve e pode ser atualizado com mais frequência, se tornando algo mais dinâmico se comparado ao planejamento estratégico feito em uma empresa grande.

Eu não preciso ter um planejamento estratégico para um horizonte de 3 anos, porque muitas vezes as startups ainda estão desenvolvendo, validando e pivotando seus produtos, então o ambiente é muito volátil. Contudo, é possível fazer um planejamento para 3 meses ou 6 meses. A partir daí, eu posso ir acompanhando esse planejamento com regularidade e ir mudando o que for necessário e incluindo o que surgir nesse caminho. 

Por que faz sentido criar um planejamento estratégico para startup ou pequena empresa?

Se eu não tiver planejamento e objetivos bem estabelecidos eu não sei para onde estou caminhando, não sei quais são as prioridades e no que eu tenho que me concentrar. Sem um planejamento bem estruturado, a tendência é que se comece a atirar para todos os lados fazendo um pouco de tudo e ocupando o dia todo com diversas tarefas que no final das contas não estão levando a empresa para mais perto dos seus objetivos, ou seja, nós não estamos caminhando para onde gostaríamos.

[EBOOK GRATUITO] Process Thinking – O Mapa dos 10 Processos da sua Startup

Como elaborar um planejamento estratégico para startup ou pequena empresa?

Os 5 passos que precisamos percorrer são os seguintes:

  1. Análise SWOT ou FOFA

A análise SWOT (Strengths, Weaknesses, Opportunities eThreats) aborda as Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças. Essa análise consiste em pontuar o que você tem de aspecto positivo e o que você tem de aspecto negativo dentro e fora do seu negócio. Isso não quer dizer desistir de tudo quando se deparar com as fraquezas, pois elas servem para você ter consciência de forma que possa tratá-las e faça um planejamento para lidar com esses pontos.

Por exemplo, uma fraqueza bastante frequente em pequenas empresas é a falta de capital: se essa é a sua fraqueza hoje, então no seu planejamento pode ser incluído um plano para obtenção desse capital através de fontes de fomento ou financiamentos.

Por outro lado, também é importante analisar as oportunidades, pois é aquilo que se deseja preservar e continuar fazendo bem. 

  1. Missão, Visão e Valores

Definir a missão, visão e valores do seu negócio não significa escolher várias palavras bonitas para colocar no site da sua empresa. Estas definições são importantes porque levam a refletir e discutir entre os envolvidos na empresa: podem ser os sócios, diretores ou quem quer que esteja participando nesse processo decisório. Essa visão comum e compartilhada é muito importante para o estabelecimento da empresa e ajuda no direcionamento da empresa.

A missão, visão e valores da empresa pode ser divulgada publicamente ou pode se manter apenas internamente na empresa. O importante é parar para pensar no assunto. Um bom exercício para entender o que é a missão, a visão e os valores de uma empresa é observar as empresas que vocês admiram. Algumas empresas não divulgam os 3, mas vale a pena dar uma olhada em algumas empresas como: Google, Facebook e Starbucks. Vocês vão notar algumas coisas bem interessantes na forma como ele definem isso.

  1. Objetivos e Metas

Quando definimos os objetivos e metas geralmente usamos a técnica SMART (Specific, Measurable, Achievable, Relevant and Time-bound – em português: Específico, Mensurável, Atingível, Relevante e Temporal): eu tenho que ser bem claro e específico no que eu estou definindo para a minha meta; eu tenho que poder medir se eu alcancei ou não essa meta, ou seja, ela não pode ser algo abstrato; ela tem que ser alcançável, ou seja, deve ser algo que me desafie, mas que eu consiga alcançar; ela tem que ser relevante e fazer sentido para mim, ou seja, deve estar alinhada com as coisas que eu acredito e meu propósito; e temporal porque eu tenho que ter um prazo específico para atingir esse resultado.

  1. Estratégias e Plano de Ação

O Kit do Process Thinking tem um template de plano estratégico com todos os campos que você precisa preencher para visualizar seu plano estratégico e lá você pode montar o seu plano de ação.

Process Thinking

Kit do Processo de Estratégia

Experimente: processo, planilhas, exemplos e dicas na sua empresa!

Saiba mais

Cada estratégia definida deve ter um plano de ação para alcançar aquele objetivo. Em cada ação estabelecemos: responsável, data de início e fim, status atual, prioridade e custo. É importante lembrar que não é preciso ter um plano de ação enorme. Para manter a agilidade das startups e pequenas empresas, é indicado que se tenha um plano de ação enxuto para concentrar as energias em algumas dimensões sem atirar para todos os lados e sem tentar fazer tudo ao mesmo tempo. É importante definir um foco inicial e aos poucos, enquanto vou avançando, eu vou incrementando esse plano de ação.

  1. Monitoramento

Não adianta fazer um plano estratégico e guardar ele na gaveta! É importante que se defina uma periodicidade para rever o plano que foi feito e fazer o monitoramento desse plano, acompanhando se esse plano estratégico está sendo realizado, se estou concluindo as minhas ações, se eu estou cumprindo com os meus prazos ou se eu não estou conseguindo fazer por algum motivo como, por exemplo, alguma oportunidade que surgiu na empresa que fez com que as prioridades mudassem.

Conclusão

Vocês devem estar se perguntando: Andrea, você já viu isso funcionando na prática para alguma startup ou pequena empresa? Sim! Fizemos um trabalho muito bacana para 6 startups em Niterói onde nós trabalhamos o planejamento estratégico dessas empresas e todas elas trouxeram feedbacks super positivos em relação ao quanto elas conseguiram amadurecer em termos de visão, integração e foco.

Depoimento Engha Consultoria
Depoimento GB9

É importante ressaltar que não é necessário que o planejamento estratégico seja um documento enorme ou engessado. Pode ser algo simples, o mais importante é passar por todo esse racional. Existem cursos e vídeos que ajudam a montar um planejamento estratégico e caso queira você também pode contar com a dheka para te ajudar a montar o seu planejamento estratégico! Baixe o Kit do Process Thinking ou entre em contato com a gente para agendar uma conversa!

Compartilhe:
gostei deste conteúdo
quero mais informações
X

nossas soluções

Assine nossa newsletter